INDEFERIDO a Primeira ação pública por tratamento ilegal de dados Pessoais.

Por: Solarplex Consultoria
Dia 28/09/2020 12h43

Poder Judiciário da União – TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO DISTRITO FEDERAL E DOS TERRITÓRIOS da 5ª Vara Cível de Brasília indeferiu o pedido do MPDFT de ação contra a empresa Infortexto por venda ilegal de dados pessoais no site intitulado “lembrete digital” .

O documento de indeferimento cita que:

“A presente ação não merece prosperar.

Com efeito, para que haja viabilidade jurídica da pretensão deduzida em Juízo, é preciso que a demanda
atenda às condições da ação, estas consubstanciadas no interesse processual e na legitimidade das partes.

No caso dos autos, não se vislumbra a presença do interesse processual, que tem viés jurídico-processual
e se deslinda pela concomitância da necessidade e utilidade do processo e na adequação da via eleita.

Isso porque, através de consulta realizada, nesta data, à rede mundial de computadores, este Juízo
constatou que o sítio intitulado “lembrete digital”, com o domínio lojainfortexto.com.br, está em
manutenção (documento em anexo).

Esse fato, provavelmente, decorre da circunstância de que, com o recente início de vigência da Lei
13.709/18, ocorrido em 18/09/2020 (sexta-feira passada), os responsáveis pelo sobredito sítio devem estar
buscando adequar os seus serviços às normas jurídicas de proteção de dados pessoais.

Neste contexto, impõe-se reconhecer, ao menos neste momento, a ausência de interesse processual do
autor para agir através desta ação civil pública. É que, em virtude da manutenção realizada no sítio
intitulado “lembrete digital”, com o domínio lojainfortexto.com.br, não restou evidenciada nenhuma lesão
ou ameaça de lesão apta a justificar a pretensão de tutela inibitória deduzida na inicial, com o que a
presente ação se torna inútil.

Assim, com fundamento no art. 330, inciso III, do CPC, INDEFIRO a petição inicial, para, em
consequência, extinguir o processo sem resolução do mérito, nos termos do art. 485, inciso I, do CPC.

Sem custas processuais e honorários advocatícios.

Transitada em julgado, dê-se baixa e arquivem-se os autos.”

 

Ação Publica do MPDFT

Ministério Público do Distrito Federal e Territórios – MPDFT ofereceu a primeira ação civil pública com pedido de tutela, baseada na Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais, nesta segunda-feira, 21 de agosto. A lei, que entrou em vigor na sexta-feira, enquadra como lesiva a conduta de uma empresa sediada em Belo Horizonte (MG).

O MPDFT, por sua Unidade de Proteção de Dados e Inteligência Artificial – Espec, ajuizou ação pública contra a empresa Infortexto Ltda com fundamento na Constituição Federal, Código de Defesa do Consumidor, Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais e Lei da Ação Civil Pública, por vender indiscriminadamente e de forma maciça dados pessoais através do site intitulado “lembrete digital” que se encontra no domínio da loja proprietária lojainfortexto.com.br. Acredita-se que só em São Paulo, 500 mil pessoas nascidas no município tenham sido expostas indevidamente. Foram identificadas vítimas em todas as unidades da Federação.

O site da empresa oferece, por exemplo, dados segmentados por profissões, como cabeleireiros, corretores, dentistas, médicos, enfermeiros, psicólogos, entre outros. Os “pacotes” eram vendidos de R$ 42 a R$ 212,90.

Por causa do prejuízo supraindividual que a atividade pode causar, o MPDFT requereu à Justiça o pedido de tutela liminar de urgência. Isso porque, pela LGPD, o tratamento dado às informações cadastrais foi totalmente irregular e pode gerar prejuízos aos titulares. A ação destaca ainda que o direito à intimidade, à privacidade e à imagem, garantidos pela Constituição Federal, foi violado.

O MPDFT pediu que a empresa se abstenha de divulgar, de forma paga ou não, os dados pessoais das vítimas. Além disso, solicita o congelamento imediato do domínio do site em que é feita a comercialização, até que haja julgamento pela Justiça.

Fonte Minuto da Segurança

Veja também:

Confira mais artigos relacionados.

Cadastre-se na Solarplex e comece a mudar sua empresa de patamar hoje mesmo

A SolarConsult está há mais de 20 anos no mercado atuando em consultoria, auditoria e certificação.

A empresa desenvolveu uma metodologia de implementação do SGQ (Sistema de Gestão de Qualidade).

Este método requer apenas o melhor esforço da empresa, isto é, sua vontade de progredir e sendo assim, fizemos amigos em mais de 100 empresas do estado do Rio de Janeiro e de São Paulo.

Nosso relacionamento com os clientes é totalmente direcionado para que seja longo e duplamente vantajoso.

Vamos conversar

Nossos Clientes

Certisign Enseg LCS Link MEGATHERM
Ortobom JR ELC UTSCH
Litografia Valença Tempo WEB Radar Target
SS White Stille D'Cinco CEMHS
Kolimar View AES Tornotec
Araújo Abreu ADKL Zeller Verzani