Blog

Por que usar o Business Model Canvas? Por que usar o Business Model Canvas?

Por que usar o Business Model Canvas?

Saiba como funciona essa ferramenta.

Por que usar o Business Model Canvas?

Com essa ferramenta você pode: Criar novos modelos de negócios, mapear modelos de negócios existentes e gerenciar um portfólio de modelos de negócios.

Saiba mais sobre essa ferramenta:

Business Model Canvas, é uma ferramenta simples que pode te auxiliar na organização e estruturação do seu negócio, sendo para pequenas, médias e grandes empresa.

Você deve estar pensando, como assim?

Tem uma ideia de negócio e não sabe por onde começar? O BM Canvas poderá te ajudar!

BM Canvas permite pensar sobre o futuro de um negócio.

Business Model Canvas é uma ferramenta criada por Alexander Osterwalder, Ele acreditava que apenas palavras não eram suficientes para compartilhar o modelo de negócios. Era necessário ter uma forma visual para representá-lo, pois quando se começa a desenhar o modelo é que as discussões se tornam claras. A criação desse mapa visual do negócio permite descrever como uma empresa cria, entrega e captura valor, valida hipóteses e planeja estratégias. Podemos descrever o modelo de negócios em uma única página, com bom nível de detalhamento e a visão geral do negócio, sendo de fácil visualização e análise.

Business Model Canvas, contém 9 blocos que evidenciam os principais elementos de um negócio. Vamos falar um pouco sobre cada um deles.

Por que usar o Business Model Canvas?

Podemos dividir o modelo em duas partes: Direita e Esquerda.

A direita é a parte visível para o cliente

É onde você identificará:

  • O que será entregue
  • Para quem
  • Como será entregue
  • Como será o relacionamento
  • E o tipo de receita obtida

É formada por: Segmentos de mercado, proposta de valor, canais, relações com clientes, fontes de renda.

A esquerda, descreve o que é necessário para que as propostas de valor definidas, sejam criadas e entregues aos segmentos de clientes e ainda manter os relacionamentos com os eles:

  • As atividades
  • Os recursos
  • Os parceiros
  • Os custos

É formada por: Recursos Chaves, Atividades Chaves, Parceiras Chaves, Estrutura de custo.

Parcerias Chave: Aqui você deve descrever a rede de fornecedores e parceiros que vão fazer seu modelo de negócio funcionar.

Atividades Chaves: Aqui você deve escrever quais são as atividades fundamentais para o seu negócio funcionar. Exemplos: produção, resolução de problemas, plataforma/rede.

Recursos Chave: Você deve descrever os bens mais importantes para fazer o seu modelo de negócio funcionar, seja ele: físico, intelectual, humano, tecnológico ou financeiro.

Proposta de Valor: Aqui você deve apresentar a razão pela qual os seus clientes vão preferir a sua empresa e sentirão que as suas necessidades foram atendidas. É onde aparece porque você é diferente da concorrência, por exemplo: novidades, preço, customização, design e performance.

Relações com Clientes: Você deve determinar os tipos de relacionamento que a sua empresa estabelece com cada segmento específico de cliente, exemplos de tipos de relacionamento: assistência pessoal, assistência personalizada, auto serviço e serviços automatizados.

Canais: Você deve descrever como a sua empresa alcançará os segmentos dos clientes para entregar as propostas de valor, por exemplo:  loja própria, vendas online, atacadista ou loja parceira.

Segmento de mercado: Você deve definir as pessoas ou as organizações que você pretender atender e servir.

Estrutura de custos: Nele são descritos todos os custos necessários para a operação do seu negócio, custos fixos, custos variáveis. Economia de escala ou Economia de escopo.

Fontes de Renda: Você deve identificar o tipo de receita a ser obtida de cada segmento de cliente, por exemplo: venda de ativos, taxa de utilização, taxa de inscrição, empréstimos, licenciamento e publicidade.

A ideia inicial era que o “mapa visual” seja impresso e que os campos sejam preenchidos com post-its facilitando, a modelagem e rápida alteração do negócio.

Assim, você poderá escrever as ideias nos post-its e, facilmente, retirá-los do Canvas, a modelagem se torna muito mais colaborativa e o resultado desta facilidade pode ser um modelo de negócio mais sólido e com maior probabilidade de funcionar. Caso as ideias fossem escritas direto no Canvas, não teríamos a facilidade de retirar as que não estivessem de acordo com nossas estratégias ou adicionar novas.

Agora já existem ferramentas digitais que nos permitem criar modelos de Business Model Canvas com a mesma facilidade que o uso com Post-Its.

Como dissemos anteriormente, é uma ferramenta aplicável a qualquer tamanho de negócio, porém ela se popularizou em Start-ups que seguem o modelo Lean. Por conta da facilidade na visualização do modelo de negócio. Quando você precisa validar um modelo de negócio, ou ideias especificas, como formas de faturamento e o MVP (produto viável mínimo), este modelo é especialmente importante.

Nós sugerimos a todas as empresas, de todos os portes, a desenhar seu (ou seus) Business Model Canvas. Para negócio já antigos, existentes, também ajuda a entender o que nós poderíamos melhorar ou mudar para capturar mais valor com nossos produtos.

Quer saber mais sobre o Business Model Canvas, ou precisa de auxílio para executá-lo? Entre em contato!

Contato - Rio de Janeiro

Contato - São Paulo

Siga-nos